Diabetes Tipo 1 – Conheça Um Pouco Mais Sobre a Mais Destruidora Das Diabetes

Diabetes Tipo 1 – Algumas pessoas perguntam: “O que é Diabetes?Pois bem…Diabetes é uma doença que vem crescendo bastante, com mais e mais casos sendo apresentados. Propriamente no Brasil, o aumento vem sendo bem grande, com aproximadamente 7% da população já possuindo a patologia.

A doença é divida entre tipos pela forma de ocorrência e gravidade. A chamada diabetes tipo 1 é a mais hostil ao organismo, porém a menos comum, se colocando entre, somente, 10% dos casos apresentados.

Quem possui a doença irá necessitar fazer sérias alterações em sua forma de se viver. Atividades físicas, dieta diabética e cuidados, antes não tão necessários, se tornaram obrigatórios e comuns.

Diante disso, hoje, nesse artigo, estaremos abordando os detalhes mais importante sobre a diabetes tipo 1.

O Que é Diabetes Tipo 1

A diabetes tipo 1 é uma doença autoimune caracterizada por uma alteração na produção de insulina pelo pâncreas, se tornando insuficiente para a demando necessário do organismo, que não consegue produzir energia com o açúcar em excesso. Ela ocorre por conta de um problema no sistema imunológico, onde os anticorpos destroem células beta-pancreáticas que produzem a insulina.

Como falado anteriormente, a diabetes tipo 1 é a mais rara de ocorrer entre os tipos da doença, acontecendo em, somente, 5 a 10% dos casos de pessoas diabéticas. A faixa etária mais comum de ser diagnosticada são crianças e adolescentes, porém qualquer um pode apresentá-la.

Em quase todos os casos, a debates tipo 1 é causada por um problema genético, ou seja, passando de pais para filhos. Ela é uma doença que não possui cura, somente tratamento para controlar os níveis mais altos.

Causas Da Diabetes Tipo 1

A principal causa da diabetes tipo 1 é um defeito no sistema imunológico que começa a destruir células beta-pancreáticas, com o pâncreas não conseguindo mais fabricar insulina de forma efetiva e necessária. Contudo, existem outras causas, bem mais raras, de causar a doenças também:

  • Utilização em excesso de esteroides
  • Lesões ou doenças no pâncreas
  • Hemocromatose

O principal e mais comum fator que leva uma pessoa possuir diabetes tipo 1 é a herança genética, passando do pai para o filho, em conjunto de alguma alteração no seu organismo, como uma doença viral ou má alimentação, por exemplo. Vale ressaltar que, somente o fator genético não causa a diabetes tipo 1 sozinho.

Sintomas Da Diabetes Tipo 1

Diabetes Tipo 1

Diferente do que acontece na diabetes tipo 2, os sintomas da diabetes tipo 1 costumam ocorrer rapidamente e um em seguida do outro. Os principais e mais comuns de se apresentar são:

  • Vontade de ir ao banheiro urinar muitas vezes no dia
  • Aumento da fome e sede
  • Emagrecimento
  • Fraqueza e cansaço
  • Estresse e nervosismo
  • Mudanças habituais de humor
  • Vômito
  • Dificuldades para enxergar
  • Infecções em regiões íntimas

Se qualquer um desses sintomas ocorrerem, é necessário buscar rapidamente ajuda médica. Quando mais tardio ocorrer o diagnóstico, mais agravante os sintomas apresentados diabetes tipo 1 serão, principalmente se o organismo já tiver começado a quebrar gorduras para produzir energia e substituir a falta de insulina.

Diagnóstico Diabetes Tipo 1

Diabetes Tipo 1

Ao geral, o médico, para conseguir fazer o diagnóstico da diabetes  e do seu tipo, irá solicitar exames de sangue para constatar os níveis de açúcar e insulina.

Os três exames mais comuns que podem ser solicitados são:

  • Glicemia de jejum: que faz a medida de açúcar no sangue no momento exato que é feito o exame.
  • Hemoglobina glicada: apresenta a medida de hemoglobina, proteína intercalada com a glicose, no sangue durante os últimos meses.
  • Curva glicêmica simplificada: mede quanto tempo o corpo está demorando a absorver toda a glicose ingerida.

Tratamentos Para Diabetes Tipo 1

Diabetes Tipo 1

O tratamento a diabetes tipo 1 tem como situação uma vida mais saudável, com alimentação correta e prática de atividades físicas. Além disso, os diabéticos tipo 1 necessitam de aplicação de insulina diária.

            Aplicação de insulina

Diferente da diabetes tipo 2, pacientes que apresentam diabetes tipos 1 são obrigados a aplicar diariamente doses de insulina, que serão recomendadas pelo médico especialista.

É uma auto aplicação e feita com injeções diretamente no tecido subcutâneo, logo abaixo da pele. Todas as informações de como fazer essa aplicação são dadas pelo médico e informadas na bula do próprio medicamento.

            Praticar atividades físicas

 

Diabetes Tipo 1

Os exercícios físicos são essenciais para qualquer pessoa que possui diabetes tipo 1. Eles irão auxiliar no tratamento, pois, sua prática ajuda no equilíbrio do nível de açúcar no sangue. A atividade física também é muito importante para o paciente não apresentar ganhos de peso.

A prática pode ocorrer de três a cinco vezes por semana, com atividades com, no mínimo, meia hora de duração. Os exercícios mais recomendados são os mais leves, como uma rápida caminhada ou natação.

Lembrando que, é necessário buscar informações com seu médico antes de iniciar qualquer rotina de atividades físicas, pois, casos descontrolados de diabetes tipo 1 não podem fazer muito esforço.

            Dieta para diabéticos

Quem possui diabetes tipo 1 terá que praticar dieta para diabéticos radical em sua alimentação.

A principal alteração ficará em evitar açúcares e carboidratos simples, começando a dar preferência para alimentos naturais e carboidratos complexos, principais castanhas e grãos.

            Controlar a glicemia

Todo o portador de diabetes tipo 1 deve possuir em sua casa, para um autoexame, o aparelho chamado glicômetro, onde será possível medir a quantidade de glicose no sangue.

Diante de recomendações médicas, o portador da doença deverá manter um “nível aceitável” de glicose no sangue. Em resultados não satisfatórios com o glicômetro, será necessário alterar a alimentação, mudar algumas práticas ou aumentar as doses de insulina aplicada diariamente.

Diminua a ingestão de bebidas alcoólicas e não fume cigarros

 

Diabetes Tipo 1

Quem possui diabetes tipo 1 poderá, sim, continuar consumindo bebidas alcoólicas, porém de forma bem mais controlado. O consumo exagerado poderá causar ou aumentar a ocorrência de certos sintomas. Bebidas doces devem ser evitadas sempre que possível.

Por outro lado, o cigarro é totalmente proibido. Algumas das substâncias presentes em sua composição aumentam, e muito, o risco de um diabético tipo 1 apresentar um AVC.

            Nada de se estressar

Como citado em tópicos anteriormente, os diabéticos tipo 1 possuem maior facilidade para apresentar alteração de humor, o que pode levar até depressão e crises de ansiedade. Com isso, é recomendado evitar situação de alto estresse diário.

            A saúde bucal é essencial

Diabetes Tipo 1

Todo o ser humano, independente de possuir ou não uma doença, necessita ter cuidados com a saúde bucal, porém, para os diabéticos tipo 1 isso é uma questão primordial. Quem possui essa doença têm maior facilidade para desenvolver bactérias, principalmente na boca, a principal forma de entrada de alimentos no organismo. Com isso, diabéticos precisam evitar o acúmulo de sujeira e sobras entre os dentes, pois as chances de desenvolver doenças como gengivite e caries são bem altas.

Remédio Para Diabetes Tipo 1

Além das formas de tratamento citadas no tópico anterior do artigo, o médico também pode receitar medicamentos para controlar os níveis de glicose no sangue, evitando os principais sintomas da diabetes tipo 1. Os principais remédios para diabéticos são:

  • Glifage
  • Metformina

Lembrando que, a utilização desses, ou de qualquer outro medicamento para diabetes tipo 1, só pode ser feita depois da recomendação do médico especialista, somente ele poderá indicar o melhor para cada situação.

Complicações Da Diabetes Tipo 1

Quando a diabetes tipo 1 não é tratada de forma correta e rápida, algumas complicações podem ocorrer. As mais comuns são:

  • Lesões oculares, com presença de sangramento
  • Perda total da visão e/ou audição
  • Arteriosclerose
  • Paralisação das funções dos rins
  • Formigamento e dormência nas pernas e mãos
  • Pressão baixa
  • Dores corporais
  • Pé diabético
  • AVC
  • Infecções na boca, gengiva, pés, pele e pulmões
  • Dificuldades para cicatrização
  • Hipertensão
  • Depressão e ansiedade
  • Doenças bucais

You May Also Like

About the Author: Cura Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *